Ainda há esperança? Eficiência do gasto com segurança pública no Brasil

Is there still hope? Efficiency of spending on public security in Brazil

Pablo Eduardo Nikolais Teixeira Bonifácio da Silva , y Luciano Marcio Scherer

Suma de Negocios, 14(31), 144-153, julio-diciembre 2023, ISSN 2215-910X

https://doi.org/10.14349/sumneg/2023.V14.N31.A6

Recebido a 10 de setembro de 2023
Aceito em 19 de outubro de 2023
On-line em 10 de novembro de 2023

Resumen

Introdução/objetivo: este artigo tem como objetivo identificar, mediante análise envoltória de dados (DEA, sigla em inglês), a eficiência do gasto em segurança pública nos estados brasileiros mais o Distrito Federal, de 2017 a 2020, com relação aos índices de criminalidade.

Metodologia: o artigo é uma pesquisa descritiva e de natureza quantitativa. A técnica da DEA aplicada foi orientada ao modelo BCC (Banker, Charnes & Cooper, 1984 [retorno variável de escala]), com modelo input (orientado aos insumos). A variável de entrada utilizada foi a despesa com segurança pública, enquanto as variáveis de saída foram latrocínios, homicídios dolosos, roubo e furto de veículos, bem como tráfico de entorpecentes. Na sequência, foi executado o método proposto e foram apresentados os resultados encontrados após a análise do modelo.

Resultados: os resultados indicam que, no período analisado, em média, a aplicação dos recursos das unidades federativas (UF) tem apresentado um percentual de 73.33%, mas ainda há muitas UF que apresentam potencial para utilizar de forma mais eficiente, quando os seus recursos são comparados aos demais estados. Ademais, os resultados demonstram que houve apenas três estados com eficiência máxima, em todos os anos, no período analisado.

Conclusões: ainda há necessidade de que políticas públicas voltadas para a questão da segurança sejam refinadas para que as UF possam atingir maior eficiência dos dispêndios nessa área, com vistas a reduzir os índices de criminalidade. Por fim, a identificação detalhada das causas da ineficiência do estado de Roraima, Brasil, que apresenta maior gasto em segurança pública e menor eficiência técnica, pode contribuir para o entendimento de políticas públicas no âmbito da segurança.


Palabras clave:
Análise envoltória de dados,
eficiência,
gasto em segurança pública,
criminalidade,
políticas públicas.

Códigos JEL:
H55, H75, H76, M48

Abstract

Introduction/Objective: This paper aims to identify, through Data Envelopment Analysis (DEA), the efficiency of public spending on security in Brazilian states and the federal district from 2017 to 2020, concerning crime rates.

Methodology: This study is descriptive and quantitative. The applied DEA was oriented towards the BCC model (Banker, Charnes & Cooper, 1984 [variable returns to scale]) with an input model. The input variable used was expenditure on public security, while the output variables were intentional homicides, armed robbery, robbery and vehicle theft, and drug trafficking. The proposed method was then executed, and the results found after analyzing the model were presented.

Results: The findings suggest that, on average, the utilization of resources from the Federative Units (FUs) has reached 73.33% efficiency during the analyzed period. However, numerous FUs still have the potential to employ resources more efficiently compared to other states. Additionally, the results demonstrate that only three states consistently achieved maximum efficiency throughout the analyzed period.

Conclusions: Consequently, there is a continuing need for security-focused public policies to be refined, enabling FUs to achieve greater efficiency in expenditure in this area with the goal of reducing crime rates. Lastly, the detailed identification of the causes of inefficiency in the state of Roraima, Brazil, characterized by higher spending on public security and lower technical efficiency, can contribute to the understanding of public policies in the field of security.


Keywords:
Data Envelopment Analysis,
Efficiency,
Spending on Public Security,
Criminality,
Public Policy.

Artículo Completo
Bibliografía

Andonova, V. G., & Trenovski, B. (2023). Assesssing public spending efficiency in South East European countries: A data envolpment analysis (DEA) approach. Public Money & Management, 43(6), 618-626. https://doi.org/10.1080/09540962.2022.2035528

Arantes, V. A., Cupertino, S. A., Silva, E. A., & Luquini, R. A. (2012). Segurança pública nos municípios mineiros: eficiência e alocação de recursos públicos. Revista da Faculdade de Administração e Economia, 4(1), 128-145. https://doi.org/10.15603/2176-9583/refae.v4n1p128-145

Araújo, R. J. R., Freitas Júnior, F. L., Silva, P. E. N. T. B. da, & Lins, D. C. (2020). Segurança pública estadual brasileira: o que influencia seu desempenho? Revista de Administração, Ciências Contábeis e Sustentabilidade, 10(1), 89-99.

Banker, R. D., Charnes, A., & Cooper, W. W. (1984). Some models for estimating technical and scale inefficiencies in data development analysis. Management Sciences, 30(9), 1078-1092.

Banker, R. D., & Thrall, R. M. (1992). Estimation of returns to scale using Data Envelopment Analysis. European Journal of Operation Research, 62(1), 74-84. https://doi.org/10.1016/0377-2217(92)90178-c

Beato Filho, C. C. (1999). Políticas públicas de segurança e a questão policial. São Paulo em Perspectiva, 13(4), 13-27.

Bernardo, J. S., Almeida, F. M., & Nascimento, A. C. C. (2021). (In)Eficiência educacional sob a perspectiva dos gastos públicos desagregados. Educação e realidade, 46(1). https://doi.org/10.1590/2175-6236105371

Carvalho, R. G. (2020). Os impactos da migração de venezuelanos para o Brasil, no tocante à Segurança Nacional. (monografia, Escola de Comando e Estado-Maior do Exército).

Costa, J. T. N., Silva, W. G., & Ferreira, F. D. S. (2021). Eficiência nos gastos com segurança pública e instituições formais: uma análise para os estados brasileiros a partir da lei de responsabilidade fiscal (LRF). Revista Econômica do Nordeste, 52(3), 117-131.

Dantas, F. C., Rodrigues, P. V. F. A., Freitas, A. M. M., & Silva, D. M. (2016). Eficiências nos gastos em segurança dos estados do nordeste. Rev. Econ. NE, 47(1), 143-157.

Ferreira, B. S., Melo, A. F. M., Guarino, P. C., & Dantas, M. P. S. (2021). Crimes violentos letais e intencionais (CVLI): fatores e motivações que os influenciam em consonância com as políticas de segurança pública. Revista Brasileira de Segurança Pública, 15(2), 12-27. https://doi.org/10.31060/rbsp.2021.v15.n2.1174

Flegl, M., & Gress, E. S. H. (2023). A two-stage data envelopment analysis model for investigating the efficiency of the public security in Mexico. Decision Analytics Journal, 6, 1-13. https://doi.org/10.1016/j.dajour.2023.100181

Fórum Brasileiro de Segurança Pública. (2022). Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, ano 16.

Fórum Brasileiro de Segurança Pública. (2021). Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, ano 15.

Fórum Brasileiro de Segurança Pública. (2020). Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, ano 14.

Freitas, S. R. (2015). A contribuição da contabilidade de competência na eficiência e qualidade do gasto público. (monografia, Universidade de Brasília).

Ikram, M., Rafique, M. Z., Mohammed, K. S. Wahedd, R., & Ferraz, D. (2023). Efficient resource utilization of the eletctricity distribution sector using nonparametric data envelopment analysis and influential factors. Utilities Policy, 82. 1-10. https://doi.org/10.1016/j.jup.2023.101571

Jung, S., Son, J., Kim, C., & Chung, K. (2023). Efficiency measurement using data envelopment analysis (DEA) in public healthcare: Research trends from 2017 to 2022. Processes, 11(3), 1-17. https://doi.org/10.3390/pr11030811

Ligarda, L., & Ñaccha, M. (2006). La eficiência de las organizaciones de salud através del análisis envolvente de datos. Microrredes de La Dirección de Salud IV Lima Este 2003. Anales de la Facultad de Medicina, 67(2), 142-151.

Lima, R. P., & Bezerra, F. A. (2022). Gestão fiscal e eficiência do gasto público em educação e saúde nos estados brasileiros. Revista do Serviço Público, 73(2), 359-378. https://doi.org/10.21874/rsp.v73.i2.6668

Lucena, M. A., Barbosa, W. F., & Sousa, E. P. (2021). Eficiência dos gastos públicos com segurança nos municípios baianos em 2018. Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas, 18(32), 153-172. https://doi.org/10.22481/ccsa.v18i32.9246

Monte, M. M., & Leopoldino, C. B. (2020). Análise da eficiência relativa dos gastos estaduais em segurança pública. Revista Gestão em Análise, 9(2), 48-59. http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v9i2.p48-59.2020

Musis, C. R., Melo, F. S., Uchôa, L. S., Francisco, G. G., & Arima, K. S. (2023). Carregando água com a peneira: as percepções da segurança pública em Mato Grosso. Revista Brasileira de Criminalística, 12(1), 37-46. https://doi.org/10.15260/rbc.v12i1.384

Nogara, T. S., & Wobeto, V. L. (2019). Implicações da crise migratória venezuelana para as políticas de segurança e defesa: perspectivas para o equacionamento de conflitos. Espaço Aberto, 9(1), 23-42. https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2019.19021

Oliveira, A. R. V., Mota, S. C., & Vasconcelos, A. C. (2022). Eficiência e produtividade dos gastos, ações e serviços de saúde nos municípios mais populosos do Ceará no contexto da EC 95/2016. Administração Pública e Gestão Social, 14(1). https://doi.org/10.21118/apgs.v14i1.12697

Parente, P. H. N., Maria, C. C., Dutra, R. S., & Paulo, E. (2021). Eficiência e produtividade nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia do Brasil. Administração Pública e Gestão Social, 13(1). https://doi.org/10.21118/apgs.v13i1.8735

Pinto, N. G. M., & Coronel, D. A. (2015). A criminalidade no Brasil: uma análise das evidências empíricas. Revista Brasileira de Administração Científica, 6(1), 270-280. https://doi.org/10.6008/SPC2179-684X.2015.001.0017

Rezende, F., Cunha, A., & Belavicqua, R. (2010). Informações de custos e qualidade do gasto público: lições de experiência internacional. Revista de Administração Pública, 44(4), 959-992.

Ribeiro, M. A. A. (2022). Resultados fiscais e eficiência da gestão pública estadual: uma análise por resultados em educação, saúde e segurança pública entre 2015 e 2019. (dissertação de mestrado, Universidade Federal do Ceará).

Schull, A. N., Feitósa, C. G., & Hein, A. F. (2014). Análise da eficiência dos gastos em segurança pública nos estados brasileiros através da Análise Envoltória de Dados (DEA). Revista Capital Científico, 12(3). https://doi.org/10.5935/2177-4153.20140023

Sousa, M. G., Santos, C. M. V., Alves, A. T., & Carmo Filho, M. M. (2021) Uma análise da eficiência dos gastos públicos com educação nos municípios do estado do Amazonas no período de 2013 a 2017. Revista Ambiente Contábil, 13(1), 222-243. https://doi.org/10.21680/2176-9036.2021v13n1ID19526

Silva Almeida, I., & Pitombeira Neto, A. R. (2020). Eficiência dos serviços de segurança pública no Brasil: uma análise por envoltória de dados. Exacta, 18(3), 540-560. https://doi.org/10.5585/exactaep.v18n3.10928

Silva, P. E. N. T. B. (2021). Indicadores de criminalidade relacionado aos gastos de segurança pública nos estados brasileiros. (dissertação de mestrado, Universidade Federal do Rio Grande do Norte).

Viana, C. C. F., & Boente, D. R. (2022). Eficiência dos gastos com saúde nos estados brasileiros: análise baseada em clusters. Revista contabilidade, gestão e governança, 25(2), 236-254. https://doi.org/10.51341/cgg.v25i2.2712

PDF
EPUB
Métricas

Dimensions

PlumX


Instituciones

Universidade Federal do Paraná, Brasil
Copyright © 2023. Fundación Universitaria Konrad Lorenz, Colombia

(Visited 1.410 times, 1 visits today)